Saiba quem é o servidor detido por assediar adolescentes na Octogonal

Lotado na Secretaria de Saúde, Flávio José de Melo apareceu em um vídeo convidando dois adolescentes para fazer "uma brincadeira"

Saiba quem é o servidor detido por assediar adolescentes na Octogonal

Servidor na Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF), Flávio José de Melo, de 68 anos, aparece em um vídeo convidando dois adolescentes para fazer “uma brincadeira” dentro do seu apartamento na Octogonal 4. Ao ser questionado, ele afirmou que seria “um sexo gostoso”.

Por causa da situação de assédio, o homem chegou a ser detido na noite desse domingo (4/2).

Flávio José de Melo ocupa o cargo de analista de gestão em saúde dentro do órgão distrital. A coluna Na Mira apurou que o homem possui passagens antigas por embriaguez ao volante e porte de drogas.

Homem é detido

Na gravação em que as falas com teor sexual são proferidas, os adolescentes, que têm 13 e 15 anos, avisaram que chamariam a polícia e que aquele tipo de atitude é “muito errada”.

O suspeito foi levado para a 3ª DP (Cruzeiro) e liberado posteriormente após assinar termo circunstanciado. O caso foi registrado como injúria.

Veja vídeo:

De acordo com a equipe de policiais militares que atenderam a ocorrência, as vítimas narraram que se encontraram com o homem no elevador do prédio, onde ele pediu ajuda para encontrar seu apartamento.

Desconfiados com as atitudes do morador, começaram a gravar a conversa. Após a situação de assédio, eles saíram correndo e contaram o que ocorreu aos seus responsáveis.

Na delegacia, Flávio contou que tinha combinado um encontro com um rapaz por meio de um aplicativo de relacionamento. No entanto, ele disse que recusou.

O suspeito informou que pode ter confundido quem seria o rapaz, porque está com a memória bastante confusa.

O homem ainda disse que nunca iria convidar um menor de idade para “fazer um sexo gostoso”. Por fim, negou que teria convidado alguém ter relações sexuais dentro do seu apartamento, apesar de o vídeo desmenti-lo.

O Metrópoles tenta entrar em contato com a defesa de Flávio José de Melo. O espaço segue aberto.