Corpo de jovem brutalmente agredido será enterrado neste domingo

Velório de Samuel Alencar está marcado para as 13h30, e o sepultamento será às 16h no Cemitério Campo da Esperança, em Taguatinga

Corpo de jovem brutalmente agredido será enterrado neste domingo

O corpo de Samuel Lopes Alencar (foto em destaque), 18 anos, será enterrado neste domingo (4/1) no Cemitério Campo da Esperança, em Taguatinga Norte. O jovem foi brutalmente agredido na porta de um hotel na Avenida Hélio Prates, em 28 de janeiro. O velório está marcado para as 13h30, e o sepultamento ocorre às 16h.

Em vídeos captados por câmeras de segurança do comércio local, é possível ver que o jovem anda pela rua quando um carro aborda Samuel e ele vai ver do que se trata. Em seguida, um homem sai do veículo e começa a sessão de espancamento contra o rapaz.

Veja as imagens:

As imagens mostram Samuel tentando se defender e sendo derrubado pelo agressor. Um outro homem aparece na cena e chuta a vítima. Na sequência, um terceiro suspeito aparece e pisoteia a cabeça do rapaz.

É possível ver ainda nas imagens o jovem largado na rua, desacordado. Alguns segundos depois, outros pedestres se aproximam de Samuel e tentam prestar socorro.

Crime

O linchamento aconteceu na manhã de domingo (28/1), na porta de um hotel na Avenida Hélio Prates. Samuel recebeu murros, chutes e chegou a ser pisoteado. Ele teve morte cerebral confirmada nessa quinta (1º/2).

0

O principal agressor, um homem de 25 anos, foi identificado nas imagens e preso na segunda-feira (29/1), por tentativa de homicídio. Um outro adolescente suspeito de participar da agressão brutal foi localizado e apresentado à Delegacia da Criança e Adolescente 2 (DCA 2).

O suspeito Igor Ferreira da Silva, 18 anos, está foragido. O irmão dele foi preso na sexta-feira (2/2) por ameaçar testemunhas.

De acordo com um dos suspeitos de espancar e matar o jovem, o crime teria ocorrido por conta de uma discussão sobre a bicicleta de um dos agressores. O objeto foi danificado antes de uma briga que começou em uma praça próxima.

A investigação é da 17ª Delegacia de Polícia (Taguatinga).